Leiria Business School

CRO Marketing: Aprenda como obter mais e melhores resultados no digital

CRO Marketing: Aprenda como obter mais e melhores resultados no digital

CRO é mais uma das muitas siglas que existem no marketing digital. Certamente que não é das mais faladas, mas é das mais importantes. CRO significa “Conversion Rate Optimization”, em português otimização da taxa de conversão que, em última análise, é um dos focos principais quando construímos um website, quer seja para vendas em e-commerce, quer seja leads ou apenas notoriedade.

Quer saber o que fazer para conseguir melhores resultados?

Vamos a isso.

 

Ao analisar um website, ele pode receber visitas vindas de muitas fontes. Desde redes sociais, a visitas orgânicas - pesquisas no google, anúncios digitais, referência de outro website, email, ou até mesmo alguém que saiba o endereço do website de cor e o escreva diretamente no web browser. 

Todas as pessoas que visitam um website têm um objetivo, um propósito. Desde simples consulta de contacto, compra de um produto na sua loja online, ver respondida uma dúvida num artigo de blog ou a ter mais informações sobre a empresa. Estes são alguns exemplos do que um utilizador pode querer quando o visita.

Qual é o meu objetivo enquanto responsável do site? Dar essas respostas o melhor possível!

 

Daí o CRO Marketing ser tão importante. É com ele que pensamos, planeamos, pomos em prática e analisamos esse(s) objetivo(s).

 

A análise faz parte do processo de CRO Marketing.

CRO Marketing - Dar a melhor resposta

Para colocar em prática um plano de otimização da taxa de conversão, necessito de entender o que é e como se encontra a minha taxa de conversão.

Ora então a taxa de conversão não é mais que o rácio entre o número de conversões, de resultados, com o número de visitantes. 

Vou supor que um dos meus objetivos é melhorar o número de subscritores da minha newsletter. Imaginando que tenho uma lista de 10 subscritores/mês e um volume de 1000 visitantes/mês, posso concluir que a minha taxa de conversão é de 1%. Por cada 100 utilizadores, um  inscreve-se na minha newsletter. 

Agora que sei a minha taxa de conversão (1%) posso trabalhar o CRO Marketing para melhorar essa taxa.

E na prática: como melhoro a minha taxa de conversão? 

Existem várias ações que devo ter quando quero trabalhar para melhorar os meus resultados online.

  • Estude o consumidor: Falar com os meus clientes e potenciais clientes para entender como vêem a minha marca e o meu produto. Entender se o que quero transmitir está a ser bem entendido ou não. Este é um passo extremamente importante e muitas vezes esquecido por nós. Posso fazer desde entrevistas, questionários, mapas de calor nas páginas do website, gravações de utilização ou ir até a ações de neuromarketing. Devo analisar estes dados qualitativos, mas claro, neste estudo também devo ter em atenção os dados quantitativos (retirados sobretudo de plataformas como o Google Analytics ou semelhantes). Estes dois tipos de dados são importantes analisar para entender o hábito do meu consumidor, com o principal objetivo de melhorar a experiência de utilização e, por conseguinte, melhorar a minha conversão.

 

  • Faça testes: Tudo no digital deve ser testado. Existem vários testes que posso fazer nas páginas do meu website, sendo o mais conhecido e usual o teste a/b. Este consiste em criar uma página alternativa (b) e criar uma hipótese de melhoria onde apenas devo alterar 1 elemento da página original (a) - seja design, conteúdo texto, um botão ou outro, e publicar as 2 versões em simultâneo, com objetivo de entender o que resulta melhor para o meu objetivo pretendido. Tudo isto deve ocorrer num período de tempo e de número de utilizadores que me dê garantia que o resultado é positivo e não um falso positivo (resultado melhor, mas falso pela falta de confiança nos dados).

 

  • Acompanhe e analise a estratégia: Após retiradas as conclusões dos testes e colocadas em prática as ações de melhoria, devo ter um acompanhamento registado e constante das ações para verificar se aparecem oscilações e claro, planear novos testes a página para uma criação de constante prática de otimização. O ideal é nunca parar de fazer testes nas páginas do meu website.

Passo seguinte: “crescer” os meus resultados

Estude o consumidor. Tenha atenção à proposta de valor em cada página. Analise se está percetível e é claramente entendida por quem a visita. Não quero inventar! Fazer as coisas fáceis para quem me visita. Porque vão eles às minhas páginas? Eu quero dar aquilo que eles pretendem. Da forma mais clara e fácil possível. E agora? É testar. Testar. Testar. E crescer.


Escrito por João FerreiraSEO e Performance Manager @ Digidelta Internacional, e formador do Curso de Otimização para Resultados.

Subscreva a nossa newsletter e fique a par das últimas novidades